Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Lóbi do Chá

Lóbi do Chá

Homem procura mulher bonita ou emprego. Ligar depois das 19.

por Zé Pedro Silva, em 30.04.09


É difícil encontrar explicação para o sucesso das redes sociais, quando são, basicamente, uma grande secção de classificados do Correio da Manhã; onde se pode encontrar amigos de longa data, procurar actividade sexual, pedir emprego ou vender a playstation.

Nas redes sociais a interactividade é outra e o design não se compara, mas a génese é a dos classificados do Correio da Manhã. Tanto que algumas até limitam os "anúncios" a 140 caracteres.

Rua do Carmo

por Zé Pedro Silva, em 28.04.09


[Fotografia: JCS]

A vingança do porco

por Zé Pedro Silva, em 27.04.09


Parece que o aviso é sério. Evitem mexicanos, americanos ou qualquer pessoa que os tenha visitado recentemente.

Também se não for desta - como hoje me disse um amigo - então é que ninguém mais acredita em epidemias - ou pandemias, como dizem as pessoas com "bagagem".

Mas enfim, nesta espera ansiosa pelo apocalipse, que levou pessoas a comprar reservas de gasolina quando começou a guerra no Iraque e jazigos quando se ouviu falar na gripe das aves, o melhor é começarmos a preparar as máscaras, que não têm necessariamente de ser do tipo "médico" ou "pintor".

As que vemos em cima, numa cena do filme Eyes Wide Shut, são mais estilosas, embora a rapariga, olhando à indumentária, não esteja livre de perigo. Uma aragem pelas costas e é o fim.

Bio Adversidades

por Zé Pedro Silva, em 27.04.09


De uma maneira ou de outra, vamos acabar de máscara. Pode ser por causa dos porcos dos porcos ou dos porcos de nós.

[Fotografia: Reuters/Jorge Dan Lopez]

First Weasel

por Zé Pedro Silva, em 25.04.09


Disse-me hoje um amigo, dono de um cão de água português, que Obama tem dias difíceis pela frente e não se estava a referir, naturalmente, à árdua tarefa de governar os Estados Unidos.

Não. Parece que o cão de água português, quando quer, pode cheirar muito mal, mesmo depois de muitos banhos. É tipo crónico. Pobre Obama family. O primeiro cão acabou por ser uma primeira doninha.

Famílias Addams

por Zé Pedro Silva, em 25.04.09


Não existe!, este punhado de familiares das vítimas de Entre-os-Rios que apareceu na SIC a agradecer "muito" ao ministro por não ter de pagar as custas do processo que perderam contra o Estado. Eles agradecem "muito" ao ministro.

Esta gente perdeu os familiares num estúpido acontecimento que o Estado tinha obrigação de ter evitado ou, pelo menos, o dever de assumir a responsabilidade - e ainda agradece "muito" ao ministro por não ter de pagar as custas judiciais.

Que barbaridade!

O mandatário jantou o constituinte

por Zé Pedro Silva, em 24.04.09


O presidente da câmara de Viana do Castelo é uma espécie de salvador de bois. O bem-aventurado comprou a praça de toiros e acabou com a "tortura". É já um santo entre bovinos.

Provavelmente ontem jantou um belo bife, que só lhe chegou ao prato porque uma vaca levou com um choque nas ventas e caiu redonda. Caiu redonda na melhor das hipóteses, porque pode ter sido serrada ainda viva, como às vezes acontece porque a máquina não pára.

Mas o senhor presidente também pode ter papado um frango. Uma galinha? Um leitão? Um porco? E coelho? Será que o presidente da câmara de Viana do Castelo gosta de coelho à paulada?

Ah! Já sei, são coisas diferentes. Isto é para comer... Se um animal é engordado para certo dia levar uma paulada e acabar no nosso bandulho, isso é a lei da vida; mas se um toiro é criado numa ganadaria para depois enfrentar um toureiro (em vez de enfrentar um choque, uma paulada ou um golpe no pescoço), isso já é tortura...

Enfim, sei que o tema é polémico, mas eu sou aficionado. Gosto muito de animais e bastante de corridas de toiros à portuguesa. Os toiros são animais bonitos, fortes e bravos. São dos poucos animais criados com amor e protegidos para brilharem numa praça, aplaudidos por milhares de pessoas, que os respeitam, verdadeiramente na sua natureza.

Os toiros não são criados para serem abatidos às escuras na "justiça" dos matadouros, aparecendo depois, já desbastados, nos pratos daqueles que condenam a "tortura" nas touradas mas que são capazes de matar pelo "sabor" de um bom bife em sangue.

(Uma nota de rodapé, porque o tema é mesmo polémico: só tiro o meu chapéu ao cavalheiro vegeteriano que se apresentar de folhinha a tapar as partes pudibundas, rodeado de animais selvagens, estilo Noé. Todos os outros sacrificam animais e não defendem direito algum. Nós não podemos respeitar os direitos de algo que comemos ao jantar.)

[Fotografia: Grupo de Forcados Amadores de Lisboa]

Raymático

por Zé Pedro Silva, em 23.04.09


Para quem gosta de estar permanentemente a apanhar lentes do chão, recomendo aqueles Ray-Ban mais clássicos. Este modelo pode ter dado, durante muito tempo, muitas alegrias a muita gente. Eu só espero uma hérnia.

Vender papel na era online

por Zé Pedro Silva, em 22.04.09
Quando esta manhã decidi comprar um jornal diário, calculei que me oferecessem qualquer coisa. Já não se vendem jornais em papel sem que um brinde justifique o seu valor. Não estava era à espera - confesso - de receber um cutelo.

Um cutelo! A senhora da tabacaria foi buscar um cutelo e, enquanto eu depositava a carteira e o relógio na bancada, disse "isto é oferta". Eu estava à espera de ouvir "isto é um assalto", nunca "isto é oferta". Um cutelo?

Será marketing ou estratégia editorial? Marketing não me parece; porque eu, por exemplo, não vou comprar amanhã o Diário de Notícias na esperança de receber um machado. Será, portanto, estratégia editorial.

Com efeito, a distribuição de cutelos dá azo a mais notícias do tipo "filho da terra, afável e estudioso, dizima aldeia com um pequeno cutelo" ou "leitor do DN eliminou vizinho barulhento com o cutelo que saiu ontem".

A tropa está cada vez mais bélica

por Zé Pedro Silva, em 21.04.09


Segurança máxima na Cimeira das Américas.

[Fotografia: Reuters/Jorge Silva]

Pág. 1/4

Mais sobre mim

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D