Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Lóbi do Chá

Lóbi do Chá

Notas

por Zé Pedro Silva, em 31.10.11

Marinho Pinto diz que há tráfico de influências no Parlamento. Não tarda Marinho Pinto está a descobrir que a hora mudou no domingo.

 

Duarte Lima teve um empréstimo de mais de seis milhões de euros do BPN para comprar arte. Só é estranho o banco. O BPN metido em merda é uma novidade.

 

Cavaco diz que o diabo está nos detalhes. Eu ia jurar que o diabo estava em Belém.

Nunca li o Imprensa Falsa, nem sei o que isso é

por Zé Pedro Silva, em 28.10.11

Notícia do Imprensa Falsa de 21 de Outubro, online: "Cidadão português proveniente de Espanha apanhado com 40 litros de gasóleo no estômago".

Notícia do Inimigo Público de 28 de Outubro, edição impressa: "Limite de jerricans a 10 litros: milhares de portugueses apanhados com 50 litros de gasolina espanhola dentro do organismo".

 

Mas, como já disse o Inimigo Público, eles nem sabem o que é o Imprensa Falsa, nunca leram, e se copiassem alguém, era "os bons, que se fazem lá fora".

 

Diz-me quem diz, dir-te-ei porquê

por Zé Pedro Silva, em 26.10.11

“Não há outro caminho”, dizem os políticos, que se querem manter no poder que eles criaram à sua imagem e semelhança, e dizem também os banqueiros, que criaram os políticos.

Os pensionistas!

por Zé Pedro Silva, em 25.10.11

A crise - bem-aventurada - serviu para percebermos que há reformados da política, a receber milhares de euros só pelo que “fizeram” ou não pela pátria. Mas... a política não é profissão. É missão. Ninguém se deve poder “reformar” da política, porque isso é o corolário do pior que existe nela: o carreirismo.

 

Pior ainda, muitos acumularam as pensões vitalícias com vencimentos públicos ou privados. É a total ausência de moral para dizer seja o que for. É um comportamento abominável. É viver bem e à grande à conta de um povo pobre.

 

E ainda se fala em cortes nas "pensões", que - vejam bem - não estavam previstos num orçamento, que é o mais duro de sempre. Mais quais cortes? As pensões dos titulares de cargos políticos devem ser eliminadas. Corte, sim, mas de 100%. Acabar de vez com a pouca vergonha. E devem dar-se por satisfeitos, os “pensionistas”, de não se pedir todo o dinheiro que foi indevida e ilegalmente pago. Digo ilegalmente porque, embora esteja previsto na lei, essa lei foi feita pelos beneficiários da pensão. É abuso de poder, claro.

Sim, RUA

por Zé Pedro Silva, em 25.10.11

Sim, Portugal vai ultrapassar esta crise, mas não é com esta corja de bandidos, mentirosos e incompetentes, que seguem respeitosamente o guião de quem não quer saber do futuro de Portugal para nada.

 

RUA, marionetas!

Empobrecendo, disse ele

por Zé Pedro Silva, em 25.10.11

O dr. Passos Coelho diz que “só vamos sair desta situação empobrecendo”. Pode ser próximo da verdade, mas nem todos vão empobrecer. O dr. Passos Coelho, por exemplo, vai com certeza enriquecer. Tem um ordenado razoável - melhor, pelo menos, que aquele que mereceria, pelo seu currículo, no sector privado - e enquanto chefe de Governo não gasta nada.

 

É como ir às putas com o amigo rico. Fornica as pessoas e não paga nada. Neste caso, o amigo rico é a porca da Merkel e o banana do Sarkozy. Salvo o devido respeito, caso alguém o mereça.

Eles não têm vergonha, é lindo

por Zé Pedro Silva, em 24.10.11

«O ministro da Defesa decidiu também renunciar ao subsídio de alojamento que tinha atribuído, de aproximadamente 1000 euros, em solidariedade com os seus colegas de Governo.» - Público

 

O ridículo não tem, de facto, limites.

Vamos lá ver

por Zé Pedro Silva, em 24.10.11

Se aqueles dois camaradas do Governo - que recebiam um subsídio de alojamento quando tinham casa em Lisboa - não se demitem ou não são demitidos, pois então, tirem-se os presos da prisão, que esta merda é mesmo o Texas. 

O amaricano que viu tudo

por Zé Pedro Silva, em 19.10.11

Certo dia, já em crise, o Parlamento fez umas obras monumentais. Puseram grandes ecrãs nas paredes. Um computador por deputado. O monitor vem da mesa, como por magia. Lá se foram milhões de euros, quando bastava pedir aos parlamentares para trazerem o seu portátil de casa. Aos deputados que conseguissem provar o estado de pobreza, talvez o Parlamento pudesse comparticipar em 50%. 

 

Entretanto, hoje, parece que um deputado do PSD usou os tais ecrãs gigantes para fazer gracinhas. Aquele embaixador norte-americano em Lisboa, caçado no Wikileaks, é que tinha razão: os portugueses gostam de brinquedos caríssimos.

Indignados revueltos

por Zé Pedro Silva, em 15.10.11

Como sempre, há tareia e carros a arder pelo mundo inteiro, mas em Portugal foi apenas arremessado um ovo contra a escadaria do Parlamento. Felizmente a polícia interveio, porque de outra forma nem do ovo teríamos conhecimento.

 

Bom, deixa-me estar calado e não falar antes de tempo. Não se vá dar o caso dos indignados arremessarem outro ovo. E depois outro. E depois - não sei, a situação descontrola-se - e arremessam meia dúzia.

Pág. 1/2

Mais sobre mim

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D